skip to Main Content
Passo A Passo De Como Abrir Um Escritório De Engenharia

Passo a passo de como abrir um escritório de engenharia

Ter a própria empresa é o sonho de muitos engenheiros, e ser seu próprio chefe e traçar a missão e os valores do seu negócio é algo bastante sedutor. Porém, pouco se sabe do processo necessário para chegar lá.

Por isso, preparamos um passo a passo simples de como abrir um escritório de engenharia.

Acompanhe!

1. Avalie a ideia de negócio do escritório de engenharia

O engenheiro que quer abrir um escritório de engenharia deve pensar como empresário.

Isso significa ter consciência do tipo de negócio que deseja começar, bem como o tipo de empreendedor que quer ser. O planejamento estratégico é fundamental nesta etapa, pois definirá pontos fortes e fracos e avaliará as condições internas e externas à empresa. A partir daí, os objetivos e metas são traçados.

Para tanto, o engenheiro deve abordar alguns pontos, como:

  • A motivação em abrir um escritório de engenharia;
  • Tipo de atividade a ser exercida;
  • Comportamento do mercado consumidor da localidade;
  • Concorrência na localidade e seus pontos fortes e fracos;
  • Público-alvo;
  • Verba disponível para investimento.

Tendo um plano de negócio, é preciso ter noção dos custos para abrir um escritório de engenharia.

2. Pense nos custos de abrir um escritório de engenharia

Cada estado possui uma tabela de serviços com os preços da burocracia para abrir uma empresa. Custos de registro na Junta Comercial e em cartório, além dos custos de emissão de licenças e alvarás, devem ser levados em consideração.

Soma-se a eles o custo com o pagamento de impostos, que varia conforme o regime tributário escolhido, como falaremos adiante.

Por fim, não se esqueça de considerar os custos relacionados à manutenção da empresa, como aluguel, energia, internet, água etc. É importante estimar o custo com pessoal, inclusive com a contratação de profissionais especializados que contribuirão para a abertura da empresa (contador e advogado).

3. Escolha o tipo societário e o regime tributário

Os tipos societários mais comuns para pequenos e médios empresários são: Empresário Individual (EI), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI), Sociedade Simples e Sociedade Limitada.

Quanto ao regime tributário, cada um delimita a relação da empresa com a Receita Federal. A escolha é de extrema importância e faz parte do planejamento tributário, que é um meio legal de economizar ao reduzir a incidência de tributos na atividade. Os regimes tributários mais comuns são o Simples Nacional, o Lucro Real e o Lucro Presumido.

4. Formalize o escritório

Formalizar o escritório de engenharia é adequá-lo à lei, e é o momento mais burocrático da abertura de empresa. O engenheiro deverá consultar a Junta Comercial do Estado e a Prefeitura para obter informações específicas. Em geral, é preciso realizar os seguintes procedimentos:

  • Registrar o contrato social da pessoa jurídica no Cartório de Pessoas Jurídicas ou na Junta Comercial do Estado;
  • Obter o NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresa) e o CNPJ;
  • Obter licenças e inscrições nos órgãos de regulação e de classe;
  • Conseguir um alvará de funcionamento;
  • Realizar o cadastro na Previdência Social;
  • Obter autorização para emissão de notas fiscais.

Todas as etapas de abrir um escritório de engenharia possuem particularidades que podem impedir o funcionamento da empresa. Por isso, a presença de um profissional habilitado neste momento é muito importante.

Ainda tem dúvidas sobre a abertura do escritório de engenharia? Deixe seu comentário!

Se precisar, entre em contato com a Confisco! Será um prazer ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top